sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Maceió - Mais quente que um calango aceso!



E lá fomos nós para um ponto mais alto no mapa!
Festa Japonesa no Maceió Shopping (Maceió, Alagoas).

Terra onde, se plantando, tudo dá: manga, mangaba... só mangá que não. Ehehe. Mas deve ter sido a estação.


Meu primeiro voo!

Fui junto com o Christian Gois, que já morou na Bahia e estava habituado a viagens de avião.
Aproveitei para fotografar até o banheiro. Se eu morresse na ida, pelo menos teria fotos para ver depois!

?


Sim, eu senti efeitos colaterais...

Viajamos à noite, no voo das 23:30. Câmera em mãos, filmei a subida mas logo não se podia ver muita coisa além de eventuais pedaços iluminados do continente. Fiquei com cara de pinto no lixo por um tempo e não senti nada além de alguma pontadinha nos ouvidos. Mas na aproximação do pouso...

O lado esquerdo da minha cara começou a pulsar! Em seguida, meus olhos sentiram uma pressão tão forte quanto nunca havia sentido na vida inteira! Logo, pontadas lancinantes e tudo começou a esquentar. Ao meu lado direito, Christian estava feliz (esqueci de mencionar que ele é meio-totalmente aficionado por assuntos aeronáuticos).

Juntando a pressão, as pontadas nos olhos e ouvidos numa combinação alucinante, comecei a chorar! - só do lado esquerdo - e meu nariz começou a escorrer sem parar. Super divertido! Achei que morreria ali mesmo, vitima de um derrame unilateral. Hahaha!

A dor persistiu em um nivel mais baixo durante os próximos 3 dias.


O pessoal da diretoria e organização: Flávio, Vera, Rogério e Dra. Mitsue.

Poucas horas de sono e lá estávamos, prontos para começar!
O shopping era bem grande e tinha muitas lojas! (ehehe) Junto com o estande do Mangá, quase o povo todo que estava no Shopping Boulevard Tatuapé, no início do ano: D. Sônia e Márcia no Origami. Saito-san no Shodô. D. Neusa nas molduras personalizadas. Ayako-sensei no Ikebana. Nos estandes comerciais: Hiroko e Milton, Ana, Silvia e Agnaldo. Também o estande da Japan Society com a Harue, Rafael, Andressa e Nanci.


Rede de supermercados que Yasmin mantém por lá, hehe

O clima de Maceió (e do Nordeste inteiro) é, obviamente, quente e umido o ano todo. Ar condicionado indispensável em todas as casas. Ficamos na pensão da D. Lurdes, num bairro chamado Pajuçara, bem próximo à praia. Junto de boa parte das estandistas - só mulheres, praticamente - dividindo o quarto com o Rogério, da organização.


Não parece mas chovia nessa foto...

A rotina era acordar às 8h, café da manhã às 9h. Pegar táxi até o evento - ali é muito comum o uso de táxi em vez de circular, embora haja ônibus circulares, o valor é bem reduzido se comparado a São Paulo.


Conchinha exótica!

No primeiro domingo deu para pegar uma praia. Christian e eu fomos fazer o reconhecimento da área.
Gatinhas de biquini??? Bom... talvez duas. As beldades deviam estar se aprontando para o shopping.


Marba e Aurora. É triste esse aquecimento global forçando os bichinhos a se perder em nossas praias...


Um homem tem que ter estilo próprio!

No segundo domingo, passeamos de jangada acompanhados por mais gente: Rogério, Janete, D. Sônia e Márcia, completando assim o máximo de pessoas até um banco de areia no meio do mar.

Vergonhosamente, admito que ainda não sei nadar muito bem. Aliás, muito mal seria dizer certo mas aprendi a boiar dessa vez! Uhoo! No meio do mar, rodeado de cardumes.
Antes tarde que mais tarde!


Christian, eu, Janete, Márcia, D. Sônia (já sem o chapéu que voou) e, claro, o jangadeiro sem cabeça.

Bem, o restante da viagem foi dentro do shopping.



Começando e encerrando o expediente (das 10h às 22h) com a musiqueta da Sereia, almoçando num restaurante do SESC a R$9,00/Kg. Tomando sorvete de tudo que achei diferente (tapioca, castanha de caju, mangaba, graviola, cajá, vinho do porto, bacon... bom, talvez não bacon). Conhecendo os costumes locais (almoçar tomando café com leite junto à comida, oferecer fio dental no balcão do restaurante) e a culinária local, repleta de muita carne de sol, feijão de corda, cuscuz todo dia, manteiga em vez de margarina, repolho roxo, maionese de maçãs, sururu, camarão (bem mais barato que aqui), etc, etc.

E tínhamos também os clientes! Hesitantes mas presentes:


Marília que me deu 2 desenhos seus! Obrigado!


O velhote chorão que voltou para corrigir o desenho e parecia me perseguir em todo lugar! Hehehe, te perdoo.


Irmãozinhos felizes.


(Não, eu acho que não... Que olhos maldosos você tem!)


Paolo e sua namorada, da loja de informática bem em frente. Nos deixou jogar PS3 (R$5/30 min.) de graça. Uhoo! Obrigado!


Run and tell that, homeboy!
Antoine Dodson (Bed intruder Song), jogando videogame. Putz...


Não dá para esquecer da Mell:



Ou dessa nenê que gostava de fotos:



Nem da garotinha com os maiores e mais lindos olhos que eu vi.


Pena o desenho não ter passado nem perto de ficar convincente. Chuif.


Amigos da Japan Society: Rafael, Nanci e Natasha, aguentando firmes, em pé, o DIA TODO! Eu não aguentaria...


Desenho da Nanci.


Desenho da Harue. Muito simpática! Ganhei dela um goen pra dar sorte.


Mais irmãozinhos felizes.


E Dilma vai para o segundo turno...


Se tínhamos tempo livre para perceber coisas inúteis?... hmm, deixa eu pensar...



Foram 17 dias muito quentes. Descolei uma tensão animal no pescoço, resfriei, sarei. Nadei vestido. Comemorei à distância meus 2 meses de namoro... mesmo assim fico feliz em conhecer, aos poucos, nosso país. Ainda há MUITO para ver!

Agora é hora de produzir e postar alguns desenhos!



E não se aperreie bichinho:

Fotos quentes no álbum do Picasa!
Até mais!

2 comentários:

Yasmin Ayumi disse...

hahaha ri muito com as fotos

Maceió realmente rendeu mais surpresas né XD mais um lugar para sua bagagem!
Meu supermercado está indo muito bem no nordeste, penso em traze-lo para São Paulo ano que vem.

Na ultima foto parece que vocês estão de mãos dadas =D

=**

o..o andre santos disse...

Ah, dava pra rir mais se eu pudesse contar TUDO que aconteceu!

Hehehe...putz! Nem cortando no Photoshop deu pra disfarçar ¬¬