sexta-feira, 29 de outubro de 2010

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

A Menininha

Esse eu devia já há um bom tempo: A filha de um casal de amigos meus, de São José dos Campos, cidade onde eu morava antes de vir para a Capital.
Chama-se Nathálya e já deve estar bem grandinha agora (e falante, como todas as menininhas).

Saudade de vocês.
Saudade também dos que costumavam visitar este blog mixuruca.
Um dia nos veremos de novo.
?

Garoto Enxaqueca

Aargh! Acordei com enxaqueca hoje de novo e mal posso ver o que estou escrevendo...
Lembrei desse carinha:




Garoto Enxaqueca (Migraine Boy) foi parte das vinhetas da MTV na década de 90, época em que o canal ainda tinha algo de interessante a oferecer.

Para quem não sabe, eu sofro desse único mal crônico que me incomoda de vez em quando, mas já sei como lidar com isso - ignorando! Que venha a velhice e seu pacote completo!

Este ano a MTV completa 20 anos.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Little Bit Of Feel Good

Descobri esta manhã.
Something A La Mode - Little Bit Of Feel Good Featuring Adam Joseph.
Original de Jamie Lidell (bem mais animadinha).


Just the sound of your voice
Drowning out all my noise
When you call my name mysteriously
All the source to let me see

Little bit of feel good goes a long way
I need your touch to get me through my day
Watching you sleeping I pray
Please don't make my feel good go away

Just a look of those eyes, cutting through my smokey skies
And the parts of me that grow from you
Cleared my vision so that I could see

Just the smell of you hair follows me everywhere
Your sweet alchemy turned trouble to gold
Transforming it all to let me know

A little bit of feel good goes a long way
I need your touch to get me through my day
Watching you sleeping I pray
Please don't make my feel good go away
Please don't make it go away

Yasmin, músicas de amor fazem sentido por sua causa, claro.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Bem-Vindos à Penedo!

नमस्ते!
Namastê!



Feriadão prolongado em Penedo, RJ, conhecida como a Finlândia brasileira.
Cerimônia de noivado dos meus cunhados,
Chayenne e Túlio. Juntas no carro também, é claro, D. Tomiko (mamãe de Yasmin e Chayenne), Yasmin e eu, felizes que só!

Yoga Ashram Visvavan
(comunidade no Orkut: Ranga Devi), o lugar onde ficamos hospedados. Uma pousada muito agradável, no meio das montanhas.
Fomos cuidados pela
Ramani (se escreve assim?) e seu guru, sempre ao seu lado: Mahaprabhu (assim mesmo?).




Primeiro dia (9/10)



Tudo muito saudável no café da manhã. Dieta lacto-vegetariana, rica em fibras.
Logo em seguida, uma caminhada para colher flores numa trilha entre as montanhas próximas. Passando por amoreiras carregadas, violando quintais alheios. Araras, flores mosquitos e borboletas exóticas assustando a Yasmin, tudo com uma vista estonteante de Penedo e arredores.




Almoçamos num lugar muito bom, no centro da cidade com o Renan, irmão do Túlio e sua esposa, Bárbara. Eram nossos únicos momentos ingerindo carne. Ehehe.


D. Tomiko, Yasmin, Túlio, Chayenne, Bárbara e Renan, pensando na sobremesa!


A cêrimônia do fogo e a troca de alianças aconteceu à noite, por volta das 20 h.



Segundo a filosofia Védica (hindu), a cerimônia foi um pacto entre as almas que os tornou, praticamente casados por mais 7 vidas!

D. Tomiko nos serviu um banquete com bolo e sushi de frutas. Tudo muito bom!




Segundo dia (10/10)


Tucanos fazem um som esquisito!

De manhã vimos um tucano entre as árvores sem folhas ao lado da casa.
Uma sessão de massagem com os pés (ou pisões mesmo), ministrada pela Ramani, liberando os pontos/canais de energia vital (
chakras). Se ao ler isso você lembrou de Naruto, você é um otaku. Se lembrou de Shurato, como eu, no mínimo é um otaku velho!



Conhecemos a Gisá (ou Gizá), uma garotinha linda, filha de outros dois visitantes frequentes.



No centro, provamos o sorvete finlandês e almoçamos na Casa do Fritz, restaurante muito popular, mas o chucrute mesmo eu só belisquei pois já previa ser desastroso depois, se é que você me entende...



Na subida da Serrinha do Alambari, visitamos a Pedra Sonora. Uma pedra doida, semelhante a uma concha gigante, que produz sons como os de sinos se você bater nela (com carinho, por favor). A vista de lá também é maravilhosa e, na descida, aproveitamos para colher algumas pedras e bater fotos no Rio Alambari.




O casal, já sonhando com uma casa própria igual a essa...

Foi noite de Seva (serviço abnegado ou troca de serviços). Ramani e os outros sabiam fazer muitas coisas. Chayenne fez acupuntura auricular, enquanto Túlio fez Reiki. Consequentemente, entrar para essa família já está me tornando mais saudável! Ehehe, obrigado, Túlio e Chay!

Yasmin e eu sabíamos desenhar. Só. Mas na fuga do trabalho, não levamos nada além de nossos cadernos de anotações. Hehehe, ficamos devendo... mas vamos pagar!


Mais tarde, antes de dormir, jogamos alguns jogos juntos com Mozart, filho da Ramani que, mais cedo, encontrou alguns filhotes de gambá, órfãos.




Terceiro dia (11/10)



Outro dia frio mas muito agradável. Os banhos de chuveiro também eram gelados, o que faz um bem danado para a circulação mas não dá para exagerar sem ficar fungando depois.


Demos de mamar com conta-gotas aos bebês-gambá.
Dona Tomiko e eu sofremos na tentativa mas Túlio e Chay se mostraram muito eficientes nisso.



Cachoeira do Escorrega. Frio demais para escorregar...

Na hora do almoço, uma longa e perigosa viagem de carro, rumo à Cachoeira do Escorrega, cidadezinhas como Maringá-RJ (pois é, outra Maringá!) e Maromba, onde os marombados vão visitar as cachoeiras (ui...).
A estrada íngreme, estreita e sinuosa na subida, a densa neblina na descida, fazendo Yasmin e eu apertarmos os cintos.

Almoçamos MUITO bem num pequeno restaurante por ali, chamado... xi, acho que perdi o cartão de lá!




Desenhos na mesa do restaurante. Yasmin me desenhou bem bonito nesse. Quanto amor!

Noite fria. Os desenhistas foram dormir mais cedo que os outros.


Quarto dia (12/10)


Se fosse um video de 2 segundos, esse sapo seria o próximo estouro da internet!

Último dia mas não ousamos mencionar isso até que estivéssemos totalmente a caminho de São Paulo!
Nos despedimos de todos e descemos o caminho de volta.

Uma passada na Cachoeira de Deus para mais uma sessão de fotos e... opa! Chayenne escorregou numa pedra seca (!), ainda vestida. A cena se seguiu em câmera lenta, como num monte de areia movediça. Foi bem engraçado. Felizmente nenhum arranhão, só sua câmera rosa que também tomou um banho mas sem perder os dados. Ufa!



Câmera salva, tênis nem tanto...

Comemos num Habib's da Rodovia Presidente Dutra.
Muito frio e vento em São Paulo.
Dormi na casa da Yasmin.
Uma de sua cachorrinhas ficou muito mal enquanto estávamos longe mas deve sarar até o final de semana! Minha garota está triste agora...


Foram dias quase irreais de tão bons! Uma outra realidade que me fez esquecer de absolutamente tudo!

Agora... de volta à rotina!



Aguardem a postagem no Carpa Ácida com um outro ponto de vista da mesma viagem!
Ei, Carpa, esqueci alguma coisa?

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Prévia do fim de semana


"Breathe in for luck. Breathe in so deep.
This air is blessed, you share with me."


Alguns estudos feitos em Maceió para reduzir (ou intensificar?) a saudade dela.
Estarei este feriado todo em Penedo, vendo tudo isso bem de perto (cara de sorte).

Até semana que vem!

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Maíra (Killer Haircut)

Para Maíra Nakazone (Ryuusei Taiko).


Nossa amizade começou com uma camiseta do The Killers* no meio do Atlântico Sul. Num grupo de 10 pessoas, ela parecia ser a mais difícil de se aproximar! Mas é sempre uma boa maneira encontrar algo em comum para puxar assunto.
Esse desenho ficou para alguma outra ocasião depois do Cruzeiro, no início do ano.


E seu cabelo continua muito legal, mesmo curtinho.

(Dívida paga?)

*The Killers (Human Lyrics) Fitted T-shirt

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Love Tune


Presente que ganhei da Yasmin, em comemoração de nossos 2 meses juntos em 25/09.

Descobri que a razão de não se poder amadurecer por completo sem um relacionamento duradouro, tornando dois cada vez mais próximos, é a parte de encontrar sua própria humanidade em alguém tão humano quanto você.

(não que seja a parte mais fácil, claro!)

Desenho original: aqui em casa.
Postagem original: DeviantART da Yasmin.

Amo você, Carpa!

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Maceió - Mais quente que um calango aceso!



E lá fomos nós para um ponto mais alto no mapa!
Festa Japonesa no Maceió Shopping (Maceió, Alagoas).

Terra onde, se plantando, tudo dá: manga, mangaba... só mangá que não. Ehehe. Mas deve ter sido a estação.


Meu primeiro voo!

Fui junto com o Christian Gois, que já morou na Bahia e estava habituado a viagens de avião.
Aproveitei para fotografar até o banheiro. Se eu morresse na ida, pelo menos teria fotos para ver depois!

?


Sim, eu senti efeitos colaterais...

Viajamos à noite, no voo das 23:30. Câmera em mãos, filmei a subida mas logo não se podia ver muita coisa além de eventuais pedaços iluminados do continente. Fiquei com cara de pinto no lixo por um tempo e não senti nada além de alguma pontadinha nos ouvidos. Mas na aproximação do pouso...

O lado esquerdo da minha cara começou a pulsar! Em seguida, meus olhos sentiram uma pressão tão forte quanto nunca havia sentido na vida inteira! Logo, pontadas lancinantes e tudo começou a esquentar. Ao meu lado direito, Christian estava feliz (esqueci de mencionar que ele é meio-totalmente aficionado por assuntos aeronáuticos).

Juntando a pressão, as pontadas nos olhos e ouvidos numa combinação alucinante, comecei a chorar! - só do lado esquerdo - e meu nariz começou a escorrer sem parar. Super divertido! Achei que morreria ali mesmo, vitima de um derrame unilateral. Hahaha!

A dor persistiu em um nivel mais baixo durante os próximos 3 dias.


O pessoal da diretoria e organização: Flávio, Vera, Rogério e Dra. Mitsue.

Poucas horas de sono e lá estávamos, prontos para começar!
O shopping era bem grande e tinha muitas lojas! (ehehe) Junto com o estande do Mangá, quase o povo todo que estava no Shopping Boulevard Tatuapé, no início do ano: D. Sônia e Márcia no Origami. Saito-san no Shodô. D. Neusa nas molduras personalizadas. Ayako-sensei no Ikebana. Nos estandes comerciais: Hiroko e Milton, Ana, Silvia e Agnaldo. Também o estande da Japan Society com a Harue, Rafael, Andressa e Nanci.


Rede de supermercados que Yasmin mantém por lá, hehe

O clima de Maceió (e do Nordeste inteiro) é, obviamente, quente e umido o ano todo. Ar condicionado indispensável em todas as casas. Ficamos na pensão da D. Lurdes, num bairro chamado Pajuçara, bem próximo à praia. Junto de boa parte das estandistas - só mulheres, praticamente - dividindo o quarto com o Rogério, da organização.


Não parece mas chovia nessa foto...

A rotina era acordar às 8h, café da manhã às 9h. Pegar táxi até o evento - ali é muito comum o uso de táxi em vez de circular, embora haja ônibus circulares, o valor é bem reduzido se comparado a São Paulo.


Conchinha exótica!

No primeiro domingo deu para pegar uma praia. Christian e eu fomos fazer o reconhecimento da área.
Gatinhas de biquini??? Bom... talvez duas. As beldades deviam estar se aprontando para o shopping.


Marba e Aurora. É triste esse aquecimento global forçando os bichinhos a se perder em nossas praias...


Um homem tem que ter estilo próprio!

No segundo domingo, passeamos de jangada acompanhados por mais gente: Rogério, Janete, D. Sônia e Márcia, completando assim o máximo de pessoas até um banco de areia no meio do mar.

Vergonhosamente, admito que ainda não sei nadar muito bem. Aliás, muito mal seria dizer certo mas aprendi a boiar dessa vez! Uhoo! No meio do mar, rodeado de cardumes.
Antes tarde que mais tarde!


Christian, eu, Janete, Márcia, D. Sônia (já sem o chapéu que voou) e, claro, o jangadeiro sem cabeça.

Bem, o restante da viagem foi dentro do shopping.



Começando e encerrando o expediente (das 10h às 22h) com a musiqueta da Sereia, almoçando num restaurante do SESC a R$9,00/Kg. Tomando sorvete de tudo que achei diferente (tapioca, castanha de caju, mangaba, graviola, cajá, vinho do porto, bacon... bom, talvez não bacon). Conhecendo os costumes locais (almoçar tomando café com leite junto à comida, oferecer fio dental no balcão do restaurante) e a culinária local, repleta de muita carne de sol, feijão de corda, cuscuz todo dia, manteiga em vez de margarina, repolho roxo, maionese de maçãs, sururu, camarão (bem mais barato que aqui), etc, etc.

E tínhamos também os clientes! Hesitantes mas presentes:


Marília que me deu 2 desenhos seus! Obrigado!


O velhote chorão que voltou para corrigir o desenho e parecia me perseguir em todo lugar! Hehehe, te perdoo.


Irmãozinhos felizes.


(Não, eu acho que não... Que olhos maldosos você tem!)


Paolo e sua namorada, da loja de informática bem em frente. Nos deixou jogar PS3 (R$5/30 min.) de graça. Uhoo! Obrigado!


Run and tell that, homeboy!
Antoine Dodson (Bed intruder Song), jogando videogame. Putz...


Não dá para esquecer da Mell:



Ou dessa nenê que gostava de fotos:



Nem da garotinha com os maiores e mais lindos olhos que eu vi.


Pena o desenho não ter passado nem perto de ficar convincente. Chuif.


Amigos da Japan Society: Rafael, Nanci e Natasha, aguentando firmes, em pé, o DIA TODO! Eu não aguentaria...


Desenho da Nanci.


Desenho da Harue. Muito simpática! Ganhei dela um goen pra dar sorte.


Mais irmãozinhos felizes.


E Dilma vai para o segundo turno...


Se tínhamos tempo livre para perceber coisas inúteis?... hmm, deixa eu pensar...



Foram 17 dias muito quentes. Descolei uma tensão animal no pescoço, resfriei, sarei. Nadei vestido. Comemorei à distância meus 2 meses de namoro... mesmo assim fico feliz em conhecer, aos poucos, nosso país. Ainda há MUITO para ver!

Agora é hora de produzir e postar alguns desenhos!



E não se aperreie bichinho:

Fotos quentes no álbum do Picasa!
Até mais!