sábado, 4 de fevereiro de 2012

Três de Fevereiro

Havia algo nela aquela manhã que eu não pude deixar de retratar.


2012 - Três de Fevereiro


Nas manhãs em que me despeço da Yasmin, gosto de ajudá-la a arrumar suas coisas e acompanhá-la enquanto desce as escadas. Heh. Acompanho com os olhos pois me dá preguiça de descer também.

Ontem ela tirou do guarda-roupas uma peça que não usa com muita frequência. Na verdade, foi a primeira vez que a vi usar. Claro que não foi só a roupa que mudou meu modo de olhar, mas ela me parecia tão radiante que não pude lhe tirar meus olhos até que saiu.

Antes de abrir o portão, ela olhou por entre as grades para ver se seu ônibus já estava subindo a rua. Conheço bem aquela intrínseca ansiedade dela nas ocasiões em que espera o transporte público, e aquela cena ficou gravada em minha mente. Minutos depois, já sem ela, corri para pegar a câmera e registrei a vista dali para depois reproduzi-la de memória. Memória que já não anda lá grande coisa há muito tempo, mas acredito que cheguei perto de conseguir congelar aquela fração de segundo que compartilho aqui.
Yasmin provavelmente só vai ver isso amanhã...


2012 - Três de Fevereiro - Etapas



2 comentários:

Yasmin disse...

Ai amor q lindo, como conseguiu fazer? Foi tao rapido...
Obrigada por continuar a me surpreender cada vez mais, me faz chorar todas as vezes.
Te amo muito!
Obrigada!!!

@o_oandresantos disse...

:)Chorona.